domingo, 24 de março de 2013

Destruição do Castro de Ossela está em curso!

Registo fotográfico da zona afectada do Castro de Ossela, de hoje, domingo.

Inicialmente existia no local uma vala, com cerca de 2,80 metros de profundidade.
Ontem, no local, os trabalhos continuaram, expandindo-se em largura.
Há cada vez mais pedras de estruturas amontoadas... Junta-se ainda a abertura de um rego, com inicio junto ao muro que se via nas fotografias anteriores.Ao mesmo tempo, o depósito de terras, na berma do caminho, cresce.

Hoje, ainda eram visíveis as marcas da maquinaria pesada.

A obra, da Junta de Freguesia inclui-se numa série de melhoramentos previstos para a zona próxima da Capela da Senhora do Crasto, a concluir antes das festividades de Agosto: Sanitários, um palco; um Bar. E todo o acesso entre a Rua do Carvalhal e a entrada da Senhora do Castro deverá ser pavimentado, segundo o programa de investimentos plurianual (http://www.jf-ossela.pt/attachments/article/20/PlanoPlurianualAnual-2012.pdf)...

Sabemos que a cada dia que passa, uma página da História do Castro de Ossela, do concelho de Oliveira de Azeméis, da ocupação proto-histórica dos Túrdulos Velhos, da romanização do Entre Douro e Vouga, desaparece irremediavelmente.











Fernando Neves (Licenciado em Arqueologia)
Mariana Feijão (Mestre em Arqueologia)
Sara Almeida Silva (Mestranda em Arqueologia)
(Naturais e residentes no concelho de Oliveira de Azeméis)

2 comentários:

Ricardo António Alves disse...

Nãom pode ser possível!

Carlos Cajor disse...

É uma vergonha mesmo, os moradores do carvalhal para restaurar e construir habitação precisam de um parecer de um geólogo. No coração do Crasto não é preciso nada disso...