quarta-feira, 23 de abril de 2008

Vergonha!!!

Bem, para meu primeiro post neste fantástico blog, que toda a gente adora, vou falar de... futebol.
Mais propriamente, a arbitragem do nosso país, à beira mar plantado.
E como árbitro de futebol, acho que tenho toda a credibilidade para falar sobre isso, com todo o rigor e imparcialidade.
Mas aviso desde já que a minha vítima nestes meandros do futebol será o FC Porto.
E que o meu clube é o Alcabideche.

A arbitragem em Portugal está vergonhosa.
Assiste-se a cenas deploráveis nos estádios de futebol, devido aos homens do apito e das bandeiras.
Mas não pensem que é só na Liga.
Começa tudo cá em baixo, nos distritais, em que árbitros já mais velhos se vendem por um almoço ou jantar, por vezes dinheiro, deturpando a verdade desportiva.
Se cá em baixo é assim, imagino a quantidade de dinheiro que não rolará nos escalões acima, na Liga, principalmente.
Voltando uns anos atrás no tempo, chego a um SL Benfica - FC Porto, arbitrado pelo senhor Olegário Benquerença, em que um remate fantástico de Petit, do meio da rua, é defendido por Vitor Baia, tirando a bola dentro da baliza.
O que resulta daí?
A perda de 2 pontos para o Benfica, que lhe daria a vitória no campeonato.
Também temos a famosa mão do Ronny, que tirou o título ao Sporting a época passada. Mas também foi anulado um golo limpo ao Leiria contra o Sporting , em que a bola entra 2 metros dentro da baliza e o árbitro assistente esfrega o olho.
E há também um FC Porto - Académica, em que a bola vai à barra e o árbitro Carlos Xistra assinala golo. Nesse mesmo jogo, um jogador desvia a bola da baliza com o peito e o árbitro assinala penalty.

Passando a esta época que agora está a terminar...
O grande beneficiado, sem qualquer surpresa, é o FC Porto.
Não é por acaso que o presidente está em tribunal, acusado de corrupção.
Atenção... Não tiro o mérito ao Porto pela conquista do campeonato. Mas também há desmérito dos adversários mais directos, Benfica e Sporting, que muitas vezes durante a época jogaram mal, e noutras ocasiões foram bastante prejudicados pela arbitragem.
Exemplos?
Logo na 1ª jornada, o FC Porto - Sporting, aquele livre que deu o golo da vitória ao Porto.
Esta última jornada, o Sporting reduz para 2-1, muito mal anulado pelo árbitro assistente.
Bovista - Benfica, a melhor exibição do Benfica esta época, com 2 ou 3 penaltys não assinalados a favor.
Benifícios do FC Porto?
O tal livre na 1ª jornada. No jogo contra o Leixões, um golo em fora de jogo (sim, houve outros mal assinalados, mas não sabemos se dariam golo ou não), uma agressão bárbara do Bruno Alves, logo a seguir dá uma cotovelada no mesmo jogador, mesmo na cara do árbitro assistente e também não se passa nada. Um penalty inexistente contra o Belenenses.
E haverá muitos mais casos, mas não vejo os jogos do FC Porto.
Um pequeno aparte sobre o Bruno Alves. Como é que um caceteiro daqueles só leva o primeiro cartão amarelo à 16ª jornada? E por acaso até era vermelho, pois foi mais uma agressão ao Moutinho.
Como podem estes casos passar impunes?
O Cardozo apanhou 3 jogos por menos. E também deveria ter sido expulso contra o Sporting.

A arbitragem pode e deve fazer melhor.
Têm todas as condições para isso.

Por isso mesmo digo...
O mundo está perdido!!!

1 comentário:

gajo do froiz uuuhhh (vanessa) disse...

hj qd te vi la a comprar aqueles donettes deixasteme doido. es linda fofa. volta sempre que eu atendo-te, e ate te faço outras cousas se qiseres babe