quinta-feira, 8 de maio de 2008

O direito de resposta

Meus amigos, insulgiu-se contra mim um comentário jucoso, que coloca em risco toda a minha reputação que tenho construido ao longo destes anos...
Assim sendo, e integrado na ideologia democrática, este post exerce o meu direito de resposta face às anteriores declarações de Pedro Silva.

Pois bem,

1 - sim, chegar a casa às 5, 6 ou 8 - é cedo. Parte importante: chego a casa, sei onde moro, e consigo deslocar-me. não será isso mais importante?

2 - é público, eu não gosto de alcóol! Não vou pra faculdade começar a beber e a fumar. Chamam-se valores, não há inflências nesse aspecto!

3 - a semana complicada: em letras há aulas. no porto há queima. conciliável? duvido... toda a gente sabe disso.
Mas sejamos realistas: quem consegue mandar sms no trabalho, entra as 8 e sai as 4, rouba ao fim de semana (apita prtt), não cozinha, compra dvds e nao faz mais nada paralem disso... Quem tem a vida boa aqui? eu não sou :)

4 - logicamente q estou perdida num mundo perdido. estamos todos. resta tomarmos consciencia disso. mas nao é pra todos - só os mais fortes resistem à tomada de consciência desse facto.

Cumprimentos a todos, e juizo pra alguns :)
Moral da história: o mundo está mui very perdido

1 comentário:

vanessa disse...

ate ja falas em ingles e espanhol ahahah.
e é verdade, a sara nao bebe nem fuma! que eu sou testemunha. e xega sempre bem a casa