quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Mensagem de Ano Novo.. versão testamento :)

Bem, hoje é o último dia de 2008..

Tinha duas hipótese, ou fazia um balanço com factos do ano que finda, ou fazia projectos pro ano seguinte.. Mas partindo do pressuposto que "o passado foi à história" e "para quê fazer projectos quando sai tudo ao contrário", optei por fazer tudo e nada ao mesmo tempo.. ou "fazer de tudo um pouco"..

Hoje, acordei duma forma diferente da dos outros dias.. Fui acordando, pensando e repensando.. Parece haver algum nervosismo no último dia do ano. Porquê? Não sei..

Deu-se, como na história, uma sucessão de acontecimentos sucessivos.. Acordar, recordar um facto, uma pessoa, um acontecimento.. Adormecer, sonhar com algo e rapidamente despertar.. uma crise cíclica de sono.. uma crise cíclica como as da economia.. uma crise cíclica como a passagem de ano.. Sim, a passagem, porque a passagem é tudo.. A importância duma porta, um local por onde se passa, a Páscoa, uma passagem.. E, a nossa vida, passagens contínuas, umas mais condicionadas, outras menos..

Bem, entretanto, rapidamente me deparo com a luz do dia, são 8:35.. Há qualquer coisa que não bate certo.. Há um atentado em Bilbao, há conflitos em Gaza, há crise económica, bolsas em roda viva, e é o último dia do ano, em nada diferente dos outros dias.. Parece que é hora de olhar pra dentro..

Como verdadeira ocidental, corro os canais de televisão, qual não é o meu espanto quando ouço uma voz familiar.. Sim, havia alguém conhecido a falar na televisão.. Percebi que sim, já tinha ouvido tudo aquilo antecipadamente, numa ou outra aula.. E sim, criticavamos mais uma vez a sociedade ocidental, a massificação, o consumismo, as coisas.. sim, porque tudo são coisas..

Olhei prós lados, a mobilia continuava indiferente.. avancei na perseguição de algo que me fizesse voltar a dormir.. em vez disso, encontrei algo que me despertou ainda mais.. Csi.. Como viciada que fui, e que deixei de ser.. Não quis perder o episódio.. Eis que falavamos de uma perseguição.. de memórias duma vida num puzzle.. e no fim, não, não houve conclusões.. porque tudo continua no próximo episódio, na roda viva do futuro, do que se segue, do que há-de vir.. porque sim, há sempre a velha pergunta do "quem és tu de novo?".

O episódio acabou, o sono voltou.. Como todo e qualquer sono pela manhã, é mais fácil lembrarmo-nos dos sonhos.. ou dos pesadelos.. e continuava a haver qualquer coisa que não batia certo.. Voltei a acordar, desta vez com o bater da porta.. alguém chegava e entretanto era hora de almoço.. sim, desta vez, o último acordar de 2008 foi mesmo um "sentes-te estranho, tens as mãos húmidas e frias"..

Curioso, ou talvez não, lembrava-me de todos os pormenores do sonho estranho.. Será que "sentei à minha mesa os meus demónio interiores?" de qualquer forma, "não podias deixar de sentir que o culpado és tu".. Sim, era eu.. Com o vício das reflexões e coisas que tal..

Numa certa noite, alucinante, havia terroristas.. :) terroristas que tinham sequestrado um grupo da SWAT.. e que sim, estavam em Oliveira de Azeméis.. Entrando num estacionamento não muito longe daqui.. Entretanto, avistando possíveis reféns, mudaram rapidamente de destino.. Poupando muitos dos outros pormenores, houve bombas, gás, mas no fim tudo ficou a salvo, e no dia seguinte, continuou a busca dentro de casa pelos engenhos.. E eles estavam lá..
Enquanto uns corriam perigo, outros prosseguiam a sua vida.. Na dita roda viva.. Porque é isso que nós fazemos.. vivemos sozinhos a nossa vida, cheios de medo pelo que ouvimos, ou fingindo não o ter.. Enfim.. talvez o meu sonho tenha sido o melhor balanço..

Aquele que exprime a insegurança.. o medo.. o pânico.. a agonia.. É assim viver hoje, nos dias que correm, em que não chega dizer coisas bonitas é preciso fazê-las..

Eu não quero mudar o mundo, nem salvá-lo, nem ser conhecida e aparecer nas notícias.. Quero apenas seguir a minha rota, seja ela qual for, e gozá-la bem..

Depois de tudo isto, e de tantas ideias saltitarem.. de tanto pensar com os meus demónios interiores.. voltei à roda viva da vida.. Era preciso fazer a cama, arrumar a cozinha, colocar a mesa para o jantar de passagem de ano e outras tantas coisas..

Era preciso desejar bom ano aos amigos, aqueles que percebemos que esquecemos.. aqueles que nos esqueceram, aqueles que nos magoaram..
Entretanto, eis que me deparo com uma frase "o mundo está perdido", e não, desta vez, não era eu a dizê-la..

Andamos na roda viva das confusões, dos sentimentos, de agir sem pensar no que isso pode causar ao outro.. "a liberdade é uma maluca" é preciso ter cuidado com ela também.. “andamos em voltas rectas na mesma esfera”..

De qualquer forma, o dia não acabou e certamente vai continuar assim.. com agitação, problemas.. Porque não sabemos quem cá está pró ano, amanhã ou mesmo daqui a pouco.. Porque o importante é viver.. Mas viver sem pensar e reflectir não é viver.. Pensamos, existimos.. Mas cuidado, pensar é dificil, por vezes magoa-nos mais do que qualquer outra coisa.. "Quando as crianças brincam, e eu as ouço a brincar, alguma coisa em mim, começa a se alegrar".. Era bom, quando eramos crianças e não pensavamos, e isso não nos causava dor..

Pois é.. Não se esqueçam.. no próximo ano "sê todo em cada coisa, e põe quanto és, no mínimo que fazes", reconhece os problemas, pede ajuda, senão "enquanto ficares à espera, ninguém te pode ajudar", vais continuar "com o desgaste às costas".

E porque isto já está demasiado longo, espero que o vosso ano tenha "de tudo um pouco".. muros e pontes.. desertos, selvas, montanhas e planicies.. Porque precisamos de tudo para progredir, e eu não tenho uma perspectiva muito optimista do que por aí vem, portanto, não se esqueçam também que "o melhor presente é uma porção de ti mesmo"..

E "este convite é para ti, acaso aí chegar"..
"Deixo na porta um volto já" e até para o ano :)

4 comentários:

mean_machine disse...

tens uma imaginação mt fertil, rapariga
axo k devias ir ao medico, isso pode ser grave
e por acaso tb vi um bocado desse episodio hj de manha lol

mean_machine disse...

de kk forma, boas saidas e boas entradas em 2009
ou c 2009 vai ser um ano mau, faz cm o gato fedorento e passa ja pra 2010 xD

millady disse...

pitoka.. nas primeiras horas do ano fiz logo uma leitura prolongada XD

o mundo esta perdido mas nós não estamos melhores lol

mas com o outro diz :" Eu venho de longe, estou quase a chegar
Apresento-me hoje,
porque amanhã, não vou estar "

como nao sabemos o amanha, vamos aproveitar bem a viagem...
vamos????!!!???

bjinho gands
bom ano

pom disse...

ahahhah é um testamento realmente :D